Coronavírus: é possível ir de viagem para a Lua de mel?

Depois de meses (ou quem sabe, até anos) preparando a viagem dos sonhos, a mais especial de suas vidas como um casal, agora estão preocupados(as) se devem adiá-la. É lógico que exista essa preocupação e é altamente recomendável que pensem sobre o que devem levar em consideração no atual cenário. É por isso que damos a vocês alguns conselhos elaborados para que possam ficar mais calmos(as) nessas circunstâncias.

Se a viagem de lua de mel se aproxima, antes de tomar qualquer decisão, é preciso estar bem informado. Explicamos como podem fazer isso e que medidas devem ser tomadas para que a situação não se torne uma dor de cabeça ou um problema maior.

Quando vão viajar?

Se sua lua de mel estiver planejada há alguns meses, o melhor é que se mantenham informados pelos canais oficiais, mas sem ficarem obcecados. Sabemos que é difícil manter a calma nesta situação, sem ficar nervosos, mas o cenário está mudando tanto que não faz sentido se preocupar excessivamente. Sua agência de viagens já informará tudo o que vocês precisam saber para que sua lua de mel seja a que você sempre desejaram.

Por outro lado, se sua lua de mel estiver planejada para as próximas semanas, é melhor que se informem de maneira mais aprofundada. Antes de tudo, devem levar em consideração se podem viajar, pois para alguns países os movimentos podem ser limitados, e dentro do Brasil devem acompanhar a situação dia a dia. Tudo mudando rapidamente e é conveniente informar-se pelos canais oficiais, que são os únicos em que podem confiar. Não deem crédito a rumores que apenas os(as) confundirão.

Para onde vão viajar?

O destino da sua lua de mel é o mais importante. Se vocês planejaram viajar para qualquer zona de risco do planeta, provavelmente terão que adiar a viagem ou alterar seu destino. Entrem em contato com sua agência de viagens ou a embaixada brasileira do país, se o seu destino estiver em áreas de risco ou não. Mantenham-se informados(as) através de organizações internacionais oficiais, como a Organização Mundial de Saúde (https://www.who.int/eportuguese/countries/bra/pt/) ou a Organização Pan-Americana de Saúde (https://www.paho.org/bra/) ou nacionais, como o Ministério da Saúde (https://saude.gov.br).

Informações sobre voos e vistos

Organizações oficiais, como a Associação Internacional de Companhias Aéreas, tem mantido os passageiros informados sobre o status de seus voos. Basta acessar seu site (https://www.iatatravelcentre.com/passport-visa-health-travel-document-requirements.htm) para obter informações confiáveis e rigorosas sobre possíveis incidentes em voos ou a documentação necessária para viajar para seu destino.

E se mudarmos nossa viagem?

Se as informações oficiais obrigam a repensar sua lua de mel, armem-se com paciência e confiem nos profissionais. A primeira coisa que vocês devem fazer é entrar em contato com sua agência de viagens para que ela possa recomendar a melhor solução: às vezes, podem estar procurando um destino alternativo e outras vezes é melhor adiar a viagem para uma data melhor. Confiem neles, porque lidam com dezenas de casos como o seu diariamente, e são os mais preparados para auxiliar em uma situação desse tipo. Ajudarão a verificar as restrições em qualquer escala possível ou a entrar em contato com as autoridades do seu país de destino, para gerenciar novamente um visto já concedido.

Eles ajudarão você a conhecer em detalhes as condições de alteração ou cancelamento dos voos ou acomodações que contrataram para encontrar a melhor solução para o seu caso em particular. Sempre siga estas duas dicas: obtenham informações oficiais e verdadeiras, e mantenham a calma. É normal que se sintam nervosos diante das mudanças de algo que planejaram com tanto cuidado por tanto tempo, mas não se deixem dominar pela precipitação.

Fonte: Casamentos.com

WhatsApp chat